Preso político saharaui suspende greve de fome após 44 dias

frentepolisario

INTERNACIONAL | Segundo informação da familia o preso político Abdallah Abbahah suspendeu na terça-feira (13) a greve de fome que iniciou a 1 de Outubro passado.

Abbahah, que tinha perdido a consciência e a quem foi administrado soro, suspendeu a sua greve de fome após o director da prisão lhe ter dito que podia parar, que tudo ia ser resolvido.

Os 44 dias de greve de fome tiveram um impacto enorme na saúde de Abbahah que se encontra em confinamento prolongado há mais de 8 meses. O estado de saúde de Abbahah é alarmante, fruto não só das torturas sofridas e continuos maus tratos, assim como de negligência médica desde a sua detenção em 2010.

El Bachir Khadda, em situação idêntica, encontra-se também num estado de saúde alarmante após ter efectuado uma greve de fome de 43 dias.

Neste momento Mohamed Bourial, detido também em TIflet2, está no 33º dia de greve de fome e o seu estado fisico está muito deteriorado.

Esta informação encontra-se no Por un Sahara libre

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s