Em meio a protestos violentos na Colômbia, presidente propõe alterar reforma tributária

Sputnik – A Colômbia tem tido protestos, frequentemente violentos, em resposta a uma proposta de reforma tributária que aumentaria o Imposto sobre Valor Agregado sobre serviços públicos e gasolina.

A Colômbia reforçou as unidades policiais e militares em Cali, a terceira maior cidade do país, em uma tentativa de pôr fim aos distúrbios e ao vandalismo. A mobilização vem em meio a protestos que surgem no âmbito de uma greve nacional, desencadeada principalmente por uma controversa reforma tributária.

Os mais graves tumultos e vandalismo foram relatados em Cali, capital da província de Valle del Cauca, na Colômbia, com ataques a bancos e escritórios do governo, entre outros incidentes. Cerca de 2.500 soldados adicionais serão destacados para a cidade, além das forças de segurança existentes, comunicou Diego Molano, ministro da Defesa, em uma reunião de informação.

A mídia local relata numerosos atos de saque, queima de edifícios e estradas bloqueadas por manifestantes. O prefeito de Cali, Jorge Iván Ospina, estimou as perdas decorrentes do vandalismo em cerca de 80 bilhões de pesos colombianos (R$ 116,5 milhões).

Os protestos começaram em todo o país, apesar de uma ordem judicial e exigências das autoridades para suspender as marchas por medo de contágio. A Colômbia continua em uma terceira onda de infecções por coronavírus, que mantém o setor da saúde do país sob constante tensão.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s